Internet que ajuda a educar

Conheça sites liberados para a criançada, que ensinam sobre vida saudável, brincadeiras e jogos educativos

 

Por Marisa Sei

 

O uso da internet pelas crianças pode tanto ser prejudicial quanto muito benéfica. E os pais podem decidir isso, controlando o tempo que elas permanecem em frente ao computador e o que é visto na tela. O importante é mostrar aos pequenos o tanto de conteúdo educativo e divertido que existe, além das redes sociais e dos joguinhos. Assim, eles aproveitam o tempo que tinham para brincar estudando sem perceber.

 

Alguns sites servem, inclusive, para tirar as crianças do computador, televisão e videogame e incentivá-las a mexer o corpo, aprendendo brincadeiras que já estão sendo apagadas pela oferta de jogos tecnológicos, como amarelinha, pular corda e esconde-esconde.

 

Então, que tal conferir as dicas da professora Ana Carol Thomé e da pedagoga Melina Rocha Pedroso de sites que vão entreter a criançada e fornecer conhecimento? “Os adultos devem ser parceiros das crianças quando falamos em uso responsável da rede. Quando há esse papel de parceria, a presença do adulto ganha outro valor na relação da mediação entre criança e internet”, diz Ana Carol.

 

Mapa do Brincar

“Eu gosto mais de criança brincando do que criança em casa em frente a telas. Então, sugiro sites em que elas aprendam brincadeiras e possam levar para outros momentos”, explica Ana. No site Mapa do Brincar, existem diversas sugestões de joguinhos tradicionais para reunir os amigos e brincar no quintal de casa, no parque, no playground... para tirar os pequenos do tédio (e até fazê-los largar um pouco o computador) e mexer o corpo!

http://www.mapadobrincar.com.br

 

Território do Brincar

O site mostra as diferenças e semelhanças culturais entre as crianças de diversas regiões do Brasil. Com fotos e vídeos, expõe as principais brincadeiras e atividades educativas da população dessas regiões. “Esse site me leva a pensar que o conteúdo da internet também pode ser criado por crianças. Atualmente, muitas têm acesso a celulares, tablets e câmeras, então, por que não incentivar uma produção de conteúdo de criança para criança? Elas têm muito para nos mostrar. Colocar a criança como protagonista e criadora de conteúdo para internet está intimamente relacionado ao uso responsável e consciente da rede”, opina a professora.

http://www.territoriodobrincar.com.br/

 

Lancheira Saudável

Na aba “Dicas de lancheiras”, pais e filhos aprendem juntos a montar uma lancheira nutritiva para cada dia da semana, além de aprender receitas saudáveis para fazer em casa e levar à escola. O layout e a forma interativa do site contribuem para que os pequenos aprendam sobre alimentação saudável de maneira divertida.

http://www.sustagennutriferro.com.br

 

Brincadeiras divertidas

A página de conteúdo infantil do portal UOL reúne brincadeiras para serem feitas fora do computador, dicas de livros, pequenas histórias para serem lidas, piadas e sugestões de passeio. Na aba “Lição de casa”, crianças a partir de 7 anos podem encontrar ajuda para as atividades escolares, estudando e se divertindo ao mesmo tempo: são curiosidades e informações sobre matemática, biologia e geografia.

http://criancas.uol.com.br

 

Escola Games

Unir diversão com estudo é uma das melhores formas de fazer as crianças absorverem conhecimento. Essa é a técnica utilizada pelo site Escola Games, que oferece diferentes jogos para brincar na telinha mesmo, e em todos a criança aprende alguma utilidade para o dia a dia ou reforça seus conhecimentos escolares. É possível brincar estudando gramática, anatomia, música, matemática, inglês e até aprender sobre agricultura e meios de transporte. Nas horinhas que os pequenos têm liberadas para a internet, explorar o site é uma ótima opção.

http://www.escolagames.com.br

 

O Pequeno Cientista

Disponível na página do Ministério da Ciência e Tecnologia, o site estimula o interesse da criançada pelo universo, disponibilizando curiosidades sobre os planetas do Sistema Solar e sobre a vida de alguns cientistas, como Albert Einstein. Os pequenos também podem se divertir com joguinhos temáticos e brincar de colorir na telinha.

http://www.on.br/pequeno_cientista

 

 

Nossas fontes:

Ana Carol Thomé, professora e editora do blog Aprendendo e Construindo

Melina Rocha Pedroso, pedagoga e consultora lúdico-pedagógica

Please reload

Please reload

+ NOTÍCIAS

Criança que passa pouco tempo ao ar livre tem mais chance de desenvolver miopia

1/10
Please reload

Siga
  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Pinterest Icon
RSS Feed

Fale conosco

Whats: 15 99129-4846 | 11 3368-7702

Email: redacao@namochila.com

A revista das escolas particulares de Sorocaba e região
A revista das escolas particulares de Sorocaba e região

Certificado

SELO SOCIAL 2014 / 2015