Mudança de hábitos pode prevenir aborto natural, diz pesquisa

Mais de um quarto dos abortos espontâneos ocorridos pela primeira vez poderiam ser prevenidos com mudanças no estilo de vida. É o que sugere uma pesquisa da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, que analisou 91.247 mulheres e constatou que quem consumia álcool com frequência e trabalhava à noite durante a gravidez tinha mais chance de sofrer abortos espontâneos.

Estar abaixo ou acima do peso ideal também foi considerado fator de risco para o aborto. No Brasil, estima-se que uma a cada dez grávidas perca o bebê nos primeiros meses de gravidez.

Segundo os pesquisadores, a redução dos fatores de risco já pode prevenir abortos espontâneos, e o estudo mostra a relativa importância do estilo de vida na incidência do aborto natural, em detrimento de fatores específicos, como a ingestão de determinados medicamentos.

gravida.png

#saúde #abortonatural #abortoespontâneo #hábitos #notícias #gestação