Ovo no cardápio!

 O alimento promove o desenvolvimento saudável das crianças e até melhora o desempenho escolar

 

A criançada precisa de uma alimentação nutritiva para o crescimento e desenvolvimento saudáveis. Opções para incluir no cardápio do dia a dia não faltam, e o ovo é uma delas! O alimento é versátil e, por isso, pode conquistar facilmente o paladar dos pequenos. “A gema do ovo bem cozida pode começar a ser oferecida a partir do sexto mês de idade, já a clara, somente após os 12 meses”,orienta a nutricionista Julieta HarumiTajima. A clara do ovo é liberada só após o primeiro ano de vida pelo alto teor de albumina, uma proteína que pode desencadear sintomas alérgicos em pessoas sensíveis.

 

Repleto de benefícios

O ovo é rico em ferro, mineral que combate e previne a anemia; vitamina D e fósforo, duas substâncias importantes para a saúde dos ossos; e vitamina B12, que age na formação de hemácias, células vermelhas do sangue; entre muitas outras substâncias benéficas. Porém, o que mais se destaca no alimento são as proteínas. “São nutrientes que podem ser comparados a ‘tijolos de construção’, portanto, auxiliam no crescimento da criança”, destaca Julieta. As proteínas são necessárias para a formação e manutenção de todos os tecidos do corpo (pele, cabelos, unhas e músculos, por exemplo). E, para completar, o ovo contém luteína e zeaxantina, uma dupla de substâncias antioxidantes que trabalham para a saúde dos olhos, promovendo a boa visão durante a vida toda.

 

Para obter só os benefícios, basta evitar excessos, o que é indicado para qualquer alimento. “A ingestão excessiva pode provocar o aumento dos níveis séricos de colesterol ruim LDL, aumentando o risco de dislipidemias e doenças cardiovasculares”, avisa a nutricionista Renata Alvarenga. É importante também ter atenção ao modo de preparo: o ovo não deve ser frito, para não acrescentar gorduras prejudiciais e calorias ao prato. Boas formas de preparo são ovo cozido, pochê ou omeletes feitas com pouco óleo e em frigideira antiaderente (para deixá-las ainda mais nutritivas, acrescente alguns legumes picadinhos, como cenoura, beterraba, abobrinha ou cebola).

 

Quanto consumir?

“Crianças menores, de dois a seis anos, podem consumir três ovos por semana. Crianças a partir de seis anos podem consumir até dois ovos por dia, mas o ideal é ter moderação”, responde Renata. O importante é incluí-lo em uma alimentação equilibrada, com outras fontes de proteínas (carne, frango, peixes), frutas, verduras, legumes e carboidratos, variando as opções durante a semana.

 

Nota 10!

Na fase escolar, ingerir ovos torna-se um hábito ainda mais vantajoso. Isso porque eles contêm colina, uma vitamina do complexo B que participa da formação das células do cérebro, em especial da bainha de mielina, uma estrutura que faz com que as informações sejam transmitidas mais rapidamente de um neurônio para outro. “A colina também participa da síntese da acetilcolina, neurotransmissor que auxilia na memória e na concentração, melhorando o desenvolvimento cerebral e ajudando a melhorar o desempenho escolar”, acrescenta Renata.

Outro nutriente do ovo que ajuda as funções do cérebro é o ômega-3, um tipo de gordura do bem. Um estudo da Universidade de Oxford, na Grã-Bretanha, mostrou que essa substância também é capaz de melhorar a qualidade do sono das crianças, fazendo-as levar menos tempo para dormir e acordar menos no meio da noite. Facilidade com leitura e maior concentração durante as aulas são outras vantagens de se consumir ômega-3.

 

Sempre cozido

“O ovo nunca deverá ser oferecido cru, pelos riscos de contaminação por salmonela. A melhor forma é cozinhar por, no mínimo, sete minutos”, ensina Renata. A salmonela é uma bactéria que pode ser encontrada na casca do ovo e, se ingerida, causa sintomas como vômito, mal-estar e dor de cabeça. Porém, cozinhar bem o alimento destrói as bactérias, tornando seu consumo seguro tanto por adultos quanto por crianças.

 

Sugestões de consumo

“O ovo pode ser consumido em qualquer horário. Por exemplo, pode-se preparar uma panqueca no café da manhã e, em outro dia, uma omelete com legumes no almoço”, indica Julieta, que também sugere que a alimentação deve ser sempre abordada de forma lúdica, com pratos coloridos e atrativos. Vale desde montar desenhos com os pratos até levar a criança para conhecer a origem do alimento – no caso do ovo, sítios com galinhas (o ovo caipira, aliás, é mais rico em nutrientes). A seguir, confira algumas receitas da nutricionista:

 

Crepioca

Ingredientes:

- 1 ovo

- 1 colher (sopa) de goma de tapioca hidratada

- Sal a gosto

 

Modo de preparo

Misture bem todos os ingredientes e leve ao fogo em uma frigideira antiaderente, untada com pouco óleo. Doure levemente dos dois lados e sirva recheado. Opções de recheio: geleia de frutas sem conservantes; frango desfiado com requeijão; palmito refogado com tomate.

 

Ovos mexidos coloridos

Ingredientes:

- 2 ovos

- 1 tomate picado em cubos pequenos

- 1/2 cenoura ralada finamente

- 1 colher (sopa) cheia de requeijão ou cream cheese

- Sal a gosto

- Orégano a gosto (opcional)

 

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes e leve ao fogo em uma frigideira antiaderente. Refogue, mexendo bem. Pode ser servido com torradinhas.

 

 

Falso pão de queijo

Ingredientes:

 - 4 batatas médias cozidas e amassadas

- 2 xícaras (chá) de polvilho doce

- 2 xícaras (chá) de polvilho azedo

- 2 ovos

- 1/2 xícara (chá) de azeite extravirgem

- 1/2 xícara (chá) de água morna

- 1 colher (chá) de sal

- 3 colheres (sopa) de chia

- Orégano a gosto (opcional)

 

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes até a massa ficar homogênea. Unte 2 assadeiras com azeite e polvilho. Com o auxílio de 2 colheres (sopa), faça bolinhas da massa e coloque na assadeira. Preaqueça o forno por 10 minutos e asse em forno médio, por 45 minutos ou até dourar. Sirva em seguida.

 

Torta de Liquidificador com presunto e queijo

Ingredientes:

100 g de presunto picado

100 g de queijo minas padrão picado

1 xícara (chá) de brócolis cozidos e picados

5 colheres (sopa) de maionese

2 xícara (chá) de leite

2 ovos

meia xícara (chá) de maionese

2 xícaras (chá) de farinha de trigo

1 colher (chá) de sal

1 cenoura média ralada no ralo grosso

1 colher (sopa) de fermento em pó

 

Modo de preparo:

Recheio: Em uma tigela, coloque o presunto, o queijo, os brócolis, a maionese HELLMANN’S e misture até ficar homogêneo. Reserve.

 

Massa: no liquidificador, bata o leite com os ovos e a maionese. Em uma tigela, coloque a farinha, o sal, a cenoura e adicione, aos poucos, o conteúdo do liquidificador. Misture até formar uma massa cremosa e homogênea. Junte o fermento e misture. Coloque metade da massa um uma assadeira pequena (28 x 18cm), untada e enfarinhada. Espalhe o recheio e cubra com o restante da massa. Leve ao forno por (pré-aquecido) 30 minutos ou até que a superfície esteja levemente dourada. Sirva em seguida.

 

Suflê de cenoura no micro-ondas

Ingredientes

2 unidade(s) de cenoura ralada(s)

2 unidade(s) de ovo

 

2 colher(es) (sopa) de óleo de soja

1 unidade de cebola ralada

1 colher (sopa) de farinha de trigo

1 colher (sopa) de amido de milho

2 colher(es) (sopa) de queijo ralado

1 xícara (chá) de leite

quanto baste de sal

quanto baste de pimenta-do-reino branca

 

Modo de preparo

Rale a cenoura em um ralador fino ou no processador de alimentos e misture todos os ingredientes. Unte uma forma levemente com um fio de óleo, derrame a mistura nesta forma, deixe no micro-ondas por 12 minutos em potência alta e espere ficar morno para desenformar.

 

 

Nossas fontes

Julieta HarumiTajima é nutricionista

Renata Alvarenga é nutricionista

Please reload

Please reload

+ NOTÍCIAS

Criança que passa pouco tempo ao ar livre tem mais chance de desenvolver miopia

1/10
Please reload

Siga
  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Pinterest Icon
RSS Feed

Fale conosco

Whats: 15 99129-4846 | 11 3368-7702

Email: redacao@namochila.com

A revista das escolas particulares de Sorocaba e região
A revista das escolas particulares de Sorocaba e região

Certificado

SELO SOCIAL 2014 / 2015