Hora de tirar as fraldas


canstockphoto10592205.jpg

Especialistas ensinam como e quando seu filho deve começar o processo de desfralde e revelam dicas para pais e crianças terem sucesso durante esta etapa!

Em que idade devo começar o desfralde? Qual a melhor técnica para estimular meu filho a usar o banheiro? A escola tem participação nesse processo? Se você está com essas e outras dúvidas, parabéns, pois é sinal de que seu bebê está crescendo e adquirindo independência. Para a nova fase não gerar prejuízos às crianças e aborrecimentos à família, esse desenvolvimento deve ser encarado de forma tranquila e natural, aconselham os profissionais.

Quando tudo começa

O primeiro passo para garantir resultados satisfatórios é ter paciência. Isso mesmo: PACIÊNCIA! Não adianta ficar com pressa para verseu filho fazendo xixi e cocô no peniquinho se ele ainda não tiver maturidade suficiente para comandar os esfíncteres (músculos que controlam a saída de urina e de fezes). A psicóloga infantil Maria Eduarda Vasselai aconselha que a fralda não seja retirada antes de dois anos de idade, pois até essa fase a criança ainda não está preparada. “O segredo do sucesso é começar o desfralde quando o seu filho já tiver capacidade para segurar as necessidades fisiológicas. Embora algumas crianças façam isso com um ano e meio, outras só estarão prontas depois de completar três anos”, explica.

Outra dica importante dos especialistas: prestar atenção aos sinais. A criança apresenta comportamentos específicos para dizer que chegou o momento certo de retirar a fralda e você deve estar atenta aos principais deles:

• seu filho já está andando com firmeza há algum tempo;

• ele consegue tirar a roupa sem ajuda;

• sente-se incomodado quando está com a fralda suja ou molhada;

• mostra interesse em ver o que os pais ou irmãos fazem no banheiro;

• consegue ficar sentado por mais de dois minutos na mesma posição;

• a fralda fica seca de três a quatro horas seguidas;

• a criança entende a diferença entre xixi e cocô;

• consegue segurar as necessidades.

“Se o seu filho manifesta um ou mais desses sinais, a família já pode dar início ao processo de desfralde. Caso contrário, é recomendado esperar mais um pouco”, aconselha Maria Eduarda.

O momento tão esperado!

Depois de identificar os sinais, chegou a hora do desfralde, que pode demorar poucos dias ou até um mês, dependendo de cada criança. Para que o pequeno e a família consigam tirar de letra esse processo, seguem dicas importantes:

• Escolha um período em que a sua rotina e a do seu filho estejam tranquilas, sem muitas mudanças ou agitações. As férias são a melhor época, já quenovidades na escola ou dentro de casa podem atrapalhar o pequeno.

• Outro fator fundamental é prestar atenção se a criança está disposta a passar por esse desenvolvimento. “O ideal é que seu filho não mostre resistência quando você tocar no assunto”, alerta Maria Eduarda.

• Decida se fará o desfralde diurno de uma vez ou de forma gradual. Tirar to