Dicas sobre a saúde bucal das gestantes e dos bebês

 

Seja por falta de tempo, de conhecimento ou até por medo de ir ao dentista, muitas gestantes ainda não incluem consultas odontológicas em sua rotina de pré-natal. A prevenção é importante e, diagnosticar e tratar doenças bucais durante a gravidez, podem comprometer a saúde da mãe e de seu bebê. Após o nascimento, a mamãe também deve se atentar à primeira visita do pequeno ao dentista, um momento importante para tirar dúvidas sobre os dentinhos da criança e cuidados que precisam ser adotados nos primeiros meses de vida. 

 

A importância do acompanhamento para gestantes

Dentistas recomendam que a mulher faça o acompanhamento de sua condição bucal desde o principio de sua gestação, pois apenas o profissional é capaz de definir os cuidados, procedimentos e o momento certo para realização das intervenções odontológicas durante a gravidez. Mitos como os de que a gestante não pode receber anestesia, se submeter a radiografias odontológicas e que seus dentes tornam-se mais frágeis devido à perda de cálcio para a formação óssea do bebê podem ser facilmente esclarecidos pelo dentista em uma consulta, que pode ocorrer em qualquer fase da gestação. O acompanhamento também evita que a grávida recorra à automedicação em caso de dor, o que é comum e pode causar prejuízos a sua saúde e a do bebê em formação. 

 

Os cuidados com os bebês

Já após o nascimento da criança, o ideal é que sua primeira visita ao consultório odontológico seja ainda no primeiro ano de vida. O dentista, além de fazer um exame bucal no pequeno, pode orientar a mãe sobre a forma e o momento correto de iniciar a higiene oral do bebê, preferencialmente antes mesmo do nascimento dos primeiros dentinhos. A mãe pode aproveitar para questionar seu dentista sobre diversos assuntos, como: a importância do aleitamento materno na formação dentária e da face; a relação entre sua saúde bucal (e do núcleo familiar) e a futura saúde bucal do bebê; o aumento do risco de desenvolvimento de cáries devido à introdução precoce do açúcar na alimentação da criança (principalmente se adicionado ao conteúdo da mamadeira), além dos possíveis danos causados à arcada dentária pelos hábitos de sucção da chupeta ou dedo.

 

 

Fonte: Assessoria de imprensa da Bitufo.

Please reload

Please reload

+ NOTÍCIAS

Criança que passa pouco tempo ao ar livre tem mais chance de desenvolver miopia

1/10
Please reload

Siga
  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Pinterest Icon
RSS Feed

Fale conosco

Whats: 15 99129-4846 | 11 3368-7702

Email: redacao@namochila.com

A revista das escolas particulares de Sorocaba e região
A revista das escolas particulares de Sorocaba e região

Certificado

SELO SOCIAL 2014 / 2015