Estímulo à leitura para a criança chega aos consultórios médicos

Campanha nacional “Receite um Livro” une instituições sociais e médica com objetivo de orientar pais e cuidadores a incluir a literatura no cotidiano familiar

 

Ressaltar a importância de ler para a criança é um tema que chegou aos consultórios médicos. Uma parceria inédita entre a Fundação Itaú Social, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e a Fundação Maria Cecília Souto Vidigal lançou a campanha “Receite um Livro”, durante o 37º Congresso Brasileiro de Pediatria, no dia 13 de outubro.

 

A proposta é que os pediatras orientem as famílias a ler em voz alta diariamente para os pequenos, principalmente na primeira infância – período que vai da gestação aos seis anos – pois isso resulta diretamente em melhoria da qualidade de vida e da capacidade de aprendizado, com reflexos positivos até a vida adulta. É durante esse período que 90% das conexões cerebrais são formadas.

 

A campanha, com abrangência nacional, durará um ano e vai impactar aproximadamente 22 mil médicos pediatras. Os profissionais serão incentivados, por meio de publicações específicas e newsletters bimestrais, a atuarem como encorajadores do hábito de ler em família, seguindo uma recomendação da Sociedade Brasileira de Pediatria e da American Academy of Pediatrics. Além disso, serão orientados a incluírem leitura de histórias no atendimento e no tratamento das crianças pequenas.

 

Para marcar o lançamento da campanha, a programação do Congresso contará com mesa-redonda e oficina de formação em mediação de leitura, comandadas por especialistas. Nelas, os pediatras discutirão as maneiras mais adequadas de organizar ambientes que estimulem a leitura nos consultórios e centros médicos, assim como o seu papel de incentivadores das situações de leitura no ambiente familiar.

 

A criação e o fortalecimento do vínculo da criança com seus pais ou cuidadores desde o início da vida são fundamentais para o desenvolvimento infantil. “Essa relação é a fonte de segurança, autoestima e apego que se precisa para compor o alicerce de sua existência, sobre o qual poderá construir conhecimento e autonomia no decorrer dos anos. A criança que recebe atenção e estímulos de seus cuidadores se sente apta a pôr em marcha sua curiosidade de desbravar e experimentar o mundo”, afirma Eduardo da Silva Vaz, presidente da SBP.

 

As orientações que serão transmitidas às famílias estão presentes na publicação “Receite um Livro: fortalecendo o desenvolvimento e o vínculo”. Após o congresso, o livreto e demais materiais da campanha estarão disponíveis no site da SBP e das fundações Itaú Social e Maria Cecília Souto Vidigal. Os médicos filiados e adimplentes com a instituição médica também receberão um kit especial com material da campanha “Receite um Livro” e com livros da campanha “Leia para uma Criança”, promovida pela Fundação Itaú Social.

 

“O avanço da ciência na comprovação dos benefícios da literatura na infância faz com que mais profissionais se empenhem em valorizar a atividade, orientando as famílias para a tão conhecida ‘leitura antes de dormir’, que contribui, efetivamente, para um melhor desenvolvimento das potencialidades intelectuais e cognitivas das crianças, além de ser um momento de carinho e intimidade”, diz Cláudia Sintoni, coordenadora da área de Mobilização Social da Fundação Itaú Social.

 

“Estudos demonstram que existe um gap de 30 milhões de palavras aprendidas entre crianças de até três anos que vivem em situação de vulnerabilidade. Uma maneira cientificamente comprovada de estimular a aquisição de vocabulário nesse período de vida é ler para a criança, o que contribuirá para que ela chegue à pré-escola mais bem preparada, com mais chances de sucesso nos demais anos de estudo e, consequentemente, com mais oportunidades na vida adulta. Portanto, a campanha, além de estimular a leitura, contribui para aumentar a paridade de oportunidades entre crianças das diferentes classes sociais”, explica Eduardo Queiroz, diretor-presidente da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal.

 

Desde o ano passado, a American Academy of Pediatrics (APP), entidade correspondente à SBP nos EUA, recomenda aos profissionais que promovam a prática de ler durante as consultas regulares. As entidades médicas aqui e no exterior consideram que o costume de narrar histórias para as crianças é uma das medidas mais importantes para seu desenvolvimento completo e saudável. A Campanha “Receite um livro” tem Ziraldo como padrinho.

 

 

Fonte: Assessoria de imprensa FMCSV.

Please reload

Please reload

+ NOTÍCIAS

Criança que passa pouco tempo ao ar livre tem mais chance de desenvolver miopia

1/10
Please reload

Siga
  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Pinterest Icon
RSS Feed

Fale conosco

Whats: 15 99129-4846 | 11 3368-7702

Email: redacao@namochila.com

A revista das escolas particulares de Sorocaba e região
A revista das escolas particulares de Sorocaba e região

Certificado

SELO SOCIAL 2014 / 2015