Obesidade infantil afeta saúde do coração


Problema quando não controlado pode desencadear hipertensão, colesterol elevado e desenvolvimento de doença coronariana

A má alimentação na infância causa diversos problemas de saúde, entre eles a obesidade infantil. Segundo dados divulgados recentemente pelo Ministério da Saúde, 32% das crianças brasileiras menores de 2 anos tomam refrigerante e suco de caixinha e que 60% deles comem bolacha recheada, biscoitos e bolos industrializados. Números preocupantes já que a obesidade infantil está cada vez mais presente em nossa sociedade.

De acordo com o cirurgião cardíaco Marcelo Sobral, a obesidade é uma grande vilã para a saúde das nossas crianças, pois pode desencadear distúrbios considerados de adultos. “O excesso de peso pode ser responsável por problemas de hipertensão, colesterol elevado e desenvolvimento de doença coronariana”, alerta o especialista.

A prevenção ainda é o melhor remédio e no caso da obesidade ela deve começar ainda nos primeiros anos de vida, pois pode ajudar a evitar as doenças cardíacas na fase adulta. “Para evitar o problema, o ideal é que os pais reforcem a pratica de atividades físicas, diminuam o tempo de TV, videogames e jogos em celulares, estimulem o consumo de alimentos saudáveis como frutas e verduras, e o mais importante: servir de exemplo para a criança”, finaliza Sobral.

Fonte: Assessoria de imprensa do Dr. Marcelo Sobral.

#notícias #obesidadeinfantil #saúde