Material escolar fica 35% mais caro em 2016 e variação de preços entre lojas é alto

Todo começo de ano exige planejamento financeiro: além de impostos como o IPVA, quem tem criança na escola precisa separar um valor para o material escolar, por exemplo.

 

E, segundo dados da Associação Brasileira dos Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares e de Escritório (ABFIAE), neste ano os preços estão até 35% mais caros comparados a 2015.

 

Para tentar economizar mesmo com o aumento, a dica é pesquisar bastante os preços antes de efetuar as compras.

 

O Procon de São Paulo, por exemplo, avaliou os preços de materiais escolares na capital e indicou variação de até 420% no valor de alguns itens: uma borracha de látex branca, que custa R$0,48 na zona norte de São Paulo é vendida a R$2,50 na zona oeste, ou seja, cinco vezes mais cara.

 

Outra recomendação do Procon é reaproveitar o material do ano anterior que ainda é possível de ser utilizado, como canetas, réguas, mochilas,

lápis de cor e até mesmo cadernos.

 

 

Por Marisa Sei

Please reload

Please reload

+ NOTÍCIAS

Criança que passa pouco tempo ao ar livre tem mais chance de desenvolver miopia

1/10
Please reload

Siga
  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Pinterest Icon
RSS Feed

Fale conosco

Whats: 15 99129-4846 | 11 3368-7702

Email: redacao@namochila.com

A revista das escolas particulares de Sorocaba e região
A revista das escolas particulares de Sorocaba e região

Certificado

SELO SOCIAL 2014 / 2015