Instituições recebem o título de "Escolas do Bem"


Mais de 40 escolas de Sorocaba e Votorantim recebem o título de “Escolas do Bem”

Em uma noite de festa, no teatro do SESC Sorocaba, o Instituto Noa (I-Noa) homenageou e entregou o título de “Escolas do Bem” a 37 instituições de ensino de Sorocaba e cinco de Votorantim, todas da rede privada.

A iniciativa inédita mostra que é possível pensarmos em uma cidade melhor se começarmos essa transformação pelas pessoas que cuidam e educam as crianças, principalmente as famílias. “Acreditamos que os pais são os protagonistas na educação dos filhos, que o exemplo deve vir de casa e que a escola deve ser uma parceira nesta educação, dando apoio às famílias para que todos juntos consigam construir uma sociedade ainda melhor”, declara a jornalista Lucy De Miguel, presidente do Instituto Noa.

O evento foi realizado no dia 18 de março e contou com as presenças dos secretários municipais de educação de Sorocaba e de Votorantim, Flaviano Agostinho de Lima e Isabel de Moraes Cardoso, respectivamente; do deputado federal Vitor Lippi, do vereador Luis Santos e da gerente do Sesc Sorocaba, Claudia de Figueiredo. As autoridades das duas cidades fizeram a condecoração às escolas.

Sobre o Programa A proposta do Programa Escolas do Bem é promover uma transformação social por meio de um conteúdo jornalístico de qualidade, que está vinculado a seis dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU), que pretende contribuir para:

  • Melhorar a alimentação;

  • Saúde de qualidade;

  • Educação de qualidade;

  • Redução das desigualdades;

  • Consumo consciente;

  • Fortalecimento de parcerias.

“Em 2016 foi dada a largada para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), uma agenda assumida por quase 200 nações do mundo, incluindo o Brasil. Mas para que as mudanças aconteçam, o trabalho deve ser realizado localmente, ou seja, em cada município”, explica Lucy.

Segundo a presidente do I-Noa, o programa “Escolas do Bem” será direcionado também para escolas públicas por meio da revista Primeira Infância, um projeto que está sendo apresentado para várias Prefeituras de nossa região, voltado para pais que têm filhos nas creches e pré-escolas ou que são atendidos nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), com o objetivo de chegar até mesmo nas famílias que não têm os filhos na escola.

(colocar imagem da capa da revista “Primeira Infância”)

#edição44 #escolasdobem

+ NOTÍCIAS