Queda de cabelo após o parto é comum – saiba como amenizar

 

Durante a gravidez, as alterações hormonais aumentam a oleosidade na pele e tornam os cabelos mais volumosos, fortes e grossos. A ação dos hormônios estrogênio e progesterona deixam os folículos capilares em “fase de repouso”. Contudo, após o nascimento do bebê, muitas mulheres passam por uma queda intensa dos fios.

 

“Aproximadamente três meses após o parto, a produção de hormônios retoma sua atividade regular, fazendo com que os fios entrem em queda”, diz a dermatologista Helua Mussa Hazi. Enquanto o comum é perder entre 100 e 150 fios por dia, no pós-parto a queda ocorre em dobro. “Outro motivo que pode desencadear a perda de cabelo é o eflúvio telógeno, que consiste numa transição da fase de crescimento para a de queda. Tem duração de quatro a seis meses e leva a diminuição de mais de 30% dos fios”, complementa a dermatologista.

 

O lado positivo é que essa perda costuma ser amenizada até o sexto mês depois do parto e não ocorre em pontos específicos do couro cabeludo. “Ela ocorre de maneira uniforme e a quantidade vai variar de acordo com o organismo de cada mulher. Assim, pode ser mais intensa em algumas mulheres e menos em outras”, afirma. O estado nutricional também interfere na queda, por isso, durante e depois da gestação, é importante manter uma alimentação o mais saudável possível, ingerindo todos os nutrientes em quantidades adequadas.

 

Alguns tratamentos ajudam a solucionar o problema mais rapidamente, porém é fundamental buscar a recomendação de um especialista. Determinados cosméticos ajudam a melhorar a saúde dos fios, mas podem não interferir na queda ou no crescimento dos cabelos. Assim, o melhor é prestar atenção a alguns hábitos do dia a dia, que podem amenizar a perda. Confira algumas dicas da dermatologista:

 

            - Não lave os cabelos com água muito quente. Altas temperaturas estimulam a produção de oleosidade, o que piora a situação de quem tem dermatite seborreica e aumenta a queda dos fios.

 

            - Evite pintar os fios até o sexto mês depois do parto.

 

            - O estresse é outro fator que colabora com a queda e é normal que ele aumente nessa nova fase – porém, é importante buscar meios para controlar o nervosismo e a ansiedade.

 

            - Se notar diminuição do cabelo, procure ajuda de um dermatologista.

 

 

Por Marisa Sei

Please reload

Please reload

+ NOTÍCIAS

Criança que passa pouco tempo ao ar livre tem mais chance de desenvolver miopia

1/10
Please reload

Siga
  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Pinterest Icon
RSS Feed

Fale conosco

Whats: 15 99129-4846 | 11 3368-7702

Email: redacao@namochila.com

A revista das escolas particulares de Sorocaba e região
A revista das escolas particulares de Sorocaba e região

Certificado

SELO SOCIAL 2014 / 2015