Lavar as mãos: uma prática simples que previne infecções

O hábito deve ser ensinado às crianças e incentivado diariamente, até que se torne espontâneo. A higienização correta pode prevenir desde um resfriado até infecções mais graves

Simples e fácil de ser mantido, o hábito de higienizar as mãos pode prevenir a propagação de diversas infecções. As mãos são a principal via de transmissão de micro-organismos porque são a parte do corpo que mais têm contato com quaisquer objetos do dia a dia. “Hoje sabemos que a maioria das infecções bacterianas e virais é transmitida por mãos infectadas e não higienizadas adequadamente. As principais são: gastroenterites, rotavirose, varicela ou catapora, conjuntivites, hepatite A, shighelose e salmonelose, síndromes gripais, escabiose ou sarna, bronquiolite, candidoses, além das infecções hospitalares”, lista a pediatra Ericka Cavalheiro.

Problemas comuns na infância

Segundo a pediatra, essas infecções tendem a ser mais frequentes entre as crianças. Um dos motivos é a facilidade que bactérias e vírus têm de se proliferar em ambientes com muitas pessoas juntas, como creches e escolas. “Também pelo hábito de as crianças levarem objetos e alimentos às vezes não higienizados à boca ou até mesmo passar a mão no chão e depois colocá-la na boca”, acrescenta. Essas doenças podem afetar o sistema respiratório, causar problemas digestivos como diarreia e vômito, coceiras na pele, entre outros sintomas. Por isso, ensinar e incentivar a higienização das mãos ainda na infância é fundamental para que as doenças sejam evitadas nessa fase e o hábito seja levado adiante.

Hábito em 21 dias

Para incentivar pais, responsáveis e educadores a darem essas instruções e para estimular o hábito nos pequenos, no dia 15 de outubro comemora-se o Dia Mundial da Lavagem das Mãos. A data foi criada em 2008 por uma iniciativa público-privada que estabelece campanhas educativas para a lavagem das mãos, apoiadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Unicef.

Para marcar a data, o Instituto Akatu lança a campanha “Higiene na Palma da Mão”, voltada para professores e alunos do Ensino Fundamental. Qualquer professor, de escolas públicas ou particulares, pode se cadastrar no portal (http://www.akatu.org.br/) para ter acesso ao conteúdo da campanha, que conta com vídeos, jogos e infográficos relacionados ao tema e que pode ser usado durante o período que a criança passar na escola. Algumas das atividades foram construídas baseando-se na “técnica dos 21 dias”, metodologia que afirma que, para modificar um comportamento ou formar um hábito, é necessário manter-se motivado e persistir na prática por um período suficiente para que o hábito seja consolidado e comece a aparecer espontaneamente (ou seja, cerca de 21 dias). A ideia, aqui, é que a criança lave as mãos pelo menos em cinco situações do dia (antes do café da manhã, almoço e jantar; depois de ir ao banheiro e ao chegar em casa), incentivada e ajudada pelos adultos, por três semanas no mínimo.

Além de abordar a importância do hábito para a saúde, a campanha tem o objetivo de conscientizar sobre os impactos que dificuldades estruturais como o acesso a água e saneamento podem ter sobre as práticas de higiene. Assim, em algumas atividades, os alunos podem conhecer mais sobre a falta de saneamento básico em alguns lugares do país e a importância de não desperdiçar a água, por exemplo.

Incentivo em casa

Usar a diversão, aliás, é uma das melhores formas para fazer a criança aprender o hábito e entender a importância dele. “Podem ser propostos joguinhos que envolvam a lavagem das mãos; músicas instruindo e orientando como fazer; explicações para higienizar sempre as mãos após o uso do banheiro, de brincar com animais e orientar a sempre lavar as frutas antes da ingestão”, indica a pediatra. E, como as crianças menores tendem a imitar os hábitos dos adultos, nada melhor do que dar o exemplo: uma dica é lavar as mãos junto com as crianças antes das refeições.

Higienização correta

Segundo uma pesquisa realizada pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), esfregar dedos, palma das mãos e punho com água e sabão antes das refeições e logo após o uso do banheiro pode reduzir casos de diarreia em 44% e de doenças respiratórias agudas em 25%. Contudo, não basta apenas passar as mãos pela água corrente para que elas estejam devidamente limpas. Veja algumas recomendações da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária):

- Lave as mãos sempre que elas estiverem visivelmente sujas; antes de comer ou cozinhar; depois de usar o banheiro, pegar em dinheiro, mexer em animais e usar transporte público; sempre que for pegar em bebês, já que o sistema imunológico deles ainda está em formação.

- Aplique na palma da mão quantidade suficiente de sabonete para cobrir toda a superfície. Ensaboe as palmas das mãos, friccionando-as entre si. Esfregue entre os dedos, os punhos, o dorso das mãos e embaixo das unhas (friccionando as pontas dos dedos na palma). Enxágue em água corrente.

- Em banheiros públicos, se for necessário pôr as mãos na torneira para fechá-la, utilize o papel-toalha descartável para secar as mãos e para fechar a torneira.

Desinfetante eficaz

Muita gente adere ao uso do álcool gel principalmente quando há epidemias de resfriados e outras viroses. Apesar de água e sabão sempre que necessário serem suficientes para a higienização adequada, o álcool gel pode ser bastante útil quando não houver acesso a uma torneira. O produto pode ser, portanto, carregado na bolsa para situações de emergência, mas o ideal é usá-lo com moderação. “A eficácia do álcool gel na higienização das mãos é praticamente 100%. Não há contraindicação do uso em crianças, porém o uso excessivo pode levar ao ressecamento das mãos e consequentes dermatites”, destaca Ericka.

Por Marisa Sei

Nossas fontes

Ericka Cavalheiro, pediatra responsável pela UTI Pediátrica do Hospital San Paolo, em São Paulo.

Denise Conselheiro, coordenadora do Edukatu, do Instituto Akatu.

#saúde #higiene #mãos #edição47

+ NOTÍCIAS
Posts Are Coming Soon
Stay tuned...
Siga
  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Pinterest Icon
RSS Feed

Fale conosco

Whats: 15 99129-4846 | 11 3368-7702

Email: redacao@namochila.com

A revista das escolas particulares de Sorocaba e região
A revista das escolas particulares de Sorocaba e região

Certificado

SELO SOCIAL 2014 / 2015