Diabetes está cada vez mais frequente na infância e na adolescência


(Foto: Pixabay)

De acordo com a International Diabetes Federation, entidade ligada à ONU, são mais de 380 milhões de pessoas com diabetes no mundo. Somente no Brasil, esse número chega a 16 milhões e, segundo o Ministério da Saúde, a última década apresentou aumento de mais de 60% nos casos.

O endocrinologista Dr. Fabiano Lago ressalta que cada vez mais a patologia aparece mais cedo. "A diabetes adulta, do Tipo 2, vem crescendo expressivamente na infância e adolescência", ressalta o médico.

Na maioria dos casos, a doença está associada a condições como obesidade e sedentarismo, situações simples de serem revertidas na visão do endocrinologista.

"A taxa de glicose no sangue pode ser reduzida com a perda de peso, que pode ser entre 5% e 10%. Ou seja, basta incorporar uma alimentação um pouco mais saudável aliada a atividades físicas prazerosas, especialmente em se tratando de criança e adolescente", orienta Dr. Fabiano.

Fonte: Dr. Fabiano Lago é médico endocrinologista, membro da Sociedade Brasileira de Diabetes.

Este conteúdo é compartilhado pelo Programa Escolas do Bem, do Instituto Noa.

#diabetes #infância #saúde #notícias

+ NOTÍCIAS