Doenças respiratórias são mais frequentes em crianças com câncer n no inverno

 

Com a chegada do inverno doenças de transmissão respiratória como a gripe atingem grande parte da população, principalmente durante os meses mais frios do ano. É nessa época que surgem epidemias de vírus como o H3N2, que vitimou idosos e crianças em 2016.

 

As crianças menores de dois anos, principalmente os imunossuprimidos devido ao tratamento oncológico fazem parte do grupo de maior risco para o aparecimento de complicações infecciosas e devem ter cuidado redobrado. É o que alerta a Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (SOBOPE).

De acordo com a médica Teresa Cristina, presidente da SOBOPE, crianças em tratamento contra o câncer em processo de quimioterapia são ainda mais vulneráveis a esse tipo de vírus devido ao sistema de defesa do organismo estar enfraquecido, permitindo o contágio da doença.

 

 

 

Teresa explica que é necessário ficar alerta aos sintomas demonstrados pelo contágio do vírus H3N2 em crianças e procurar um médico o quanto antes. “Os sintomas são caracterizados por febre acima de 38º C, dores de cabeça, musculares e no corpo, calafrios, falta de energia, diarreia, vômitos e coriza”, explica a especialista.

 

Crianças em tratamento do câncer devem redobrar os cuidados, por conta do risco da doença se agravar, podendo ocorrer pneumonias extensas, com infecção bacteriana secundária levando à internação hospitalar.

 

“Antes de vaciná-la, é recomendado consultar um médico se é possível a criança em tratamento com quimioterapia ser imunizada com a vacina para influenza, que é gratuita para pacientes com baixa resistência”, alerta a especialista.

Além disso, os lugares em que esses pacientes frequentam devem ser analisados pelos seus responsáveis para auxiliar na prevenção dessas doenças. “Indicamos aos pais que façam a higienização das mãos da criança com frequência, ter uma alimentação rica em nutrientes e vitaminas, manter sempre mãos e pés aquecidos, além de usar toucas”, finaliza.

 

Fonte: Teresa Cristina, presidente da SOBOPE.

 

Este conteúdo é compartilhado pelo Programa Escolas do Bem, do Instituto Noa.

Please reload

Please reload

+ NOTÍCIAS

Criança que passa pouco tempo ao ar livre tem mais chance de desenvolver miopia

1/10
Please reload

Siga
  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Pinterest Icon
RSS Feed

Fale conosco

Whats: 15 99129-4846 | 11 3368-7702

Email: redacao@namochila.com

A revista das escolas particulares de Sorocaba e região
A revista das escolas particulares de Sorocaba e região

Certificado

SELO SOCIAL 2014 / 2015